estamos crescendo, obrigado pela visita

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Mística Religiosa Evangélica






Como é interessante a necessidade espiritual do ser humano. Na historia humana a religião sempre foi uma busca constante do homem, a idéia da existência de Deus faz parte do ser humano, que por sua vez não conhece o Deus verdadeiro e precisa personificar Deus através de objetos.
Sem duvida alguma a principal necessidade do ser humano é o vazio que só Deus preenche. Mas existe uma grande questão, a forma como as pessoas buscam e conhecem a Deus. O ser humano tenta as mais diversas formas de ritual para poder preencher suas necessidades espirituais, e o incontável numero de religiões espalhadas no mundo, com seus mantras e rituais místicos, é uma prova disso.
O crescimento evangélico no Brasil é acompanhado de uma total falta de racionalidade por uma boa parte da igreja brasileira. É lamentável que o povo seguidor de um livro tão rico em conteúdo, a Bíblia, seja tão ignorante quando se trata das questões básicas da fé.
Por mais que nós evangélicos critiquemos os conceitos, dogmas e rituais das inúmeras religiões nós mesmos temos praticas semelhantes, fazemos rituais tão místicos quanto às meditações budistas, as orações mulçumanas ou as rezas pelas almas do purgatório feitas pelos católicos.
Os evangélicos se esquecem da Bíblia e preferem aderir rituais místicos que chamam de espiritual. O que é visivelmente demonstrado no meio evangélico são verdadeiros “mantras gospel”, repetições exageradas de uma frase ou uma palavra. Quem nunca ouviu alguém pedir para se repetir varias vezes a frase: “eu sou mais que vencedor” ou “a vitória é minha”. É muito comum também vermos as exageradas campanhas que as igrejas evangélicas promovem tais como; demarcar território, dar sete voltas em torno do bem almejado, etc., estes são rituais parecidos com as praticas místicas das religiões afro-brasileiras.
Outra forma mística de ensino no meio evangélico são os votos, orações e jejuns que os fieis fazem para “Deus”. Existem igrejas que ensinam sobre vários tipos de jejuns. Conheço casos de pessoas que foram ensinadas a fazerem jejum dos sentidos, ficarem um tempo sem enxergar, ouvir, falar, etc., também existe mulheres que fazem jejum de vaidade, onde não utilizam maquiagem, não cuidam dos cabelos, etc.. Estes votos e jejuns são semelhantes aos que as mães de santo fazem no Candomblé, onde elas se abstêm das suas vaidades materiais para fazer oferendas aos seus espíritos guias.
Diversos outros assuntos da fé evangélica, tais como: batalha espiritual, cura divina, dons do Espírito, Jejum, etc. são tratados e usados na igreja evangélica com a mística religiosa pagã e não como uma verdadeira espiritualidade cristã.
Ao refletirmos sobre a espiritualidade cristã não vamos encontrar nada destas coisas. Se olharmos a vida de Jesus não iremos vê-lo ensinando nada aos discípulos destas praticas presentes no meio evangélico atual.
Enquanto as orações e ministrações dos cantores e pregadores são verdadeiros “mantras gospel” que exigem inconstantes repetições, Jesus nos ensina a não ficar repetindo a mesma coisa (Mateus 6:7). As campanhas das igrejas evangélicas, que mais servem para extorquir dinheiro do povo, não são doutrinas encontradas na Bíblia, nunca foram ensinadas por Jesus nem os apóstolos. Os votos e jejuns ensinados nesta mística religiosa evangélica são votos de tolos. Ao ensinar sobre o jejum a única recomendação dada por Jesus foi a de jejuar e não aparentar que se esta jejuando (Mateus 6:16-18), pois o jejum é voluntario não pode ser imposto a ninguém, mas diferente do que Jesus ensinou estes votos e jejuns são usados como doutrina ao povo. Dons, cura divina. Batalha espiritual são ensinados na Bíblia de forma simples e racional, não através de rituais que mais se assemelham com a mística dos rituais religiosos.
Precisamos observar bem os valores da nossa fé e entender que a vida cristã é, sim, uma vida espiritual, mas esta espiritualidade esta distante de ser esta mística religiosa ensinada em boa parte da igreja evangélica.
Enquanto nós evangélicos estamos preocupados com votos, jejuns e campanhas místicas e sem ensinamento bíblico, na sociedade brasileira aumentam os crimes, a corrupção política e infelizmente os escândalos da igreja cristã, feitos muitas vezes por pessoas que ensinam estas heresias. A nossa mística religiosa evangélica só satisfaz a nós mesmo, pois a busca incansável do homem para suprir suas necessidades espirituais continua, e o homem sem Cristo ainda esta buscando Deus através do misticismo das religiões, mas nós evangélicos nada podemos fazer, pois o nosso conteúdo é o mesmo que os das religiões, místico mas não espiritual.
Que a nossa vida cristã seja externada numa conduta diária irrepreensível, de acordo com os princípios de Cristo e que a mística religiosa dê lugar à verdadeira espiritualidade cristã.


No amor daquele que me chamou a viver uma vida espiritual, Cristo Jesus
Edvaldo C.S Filho

2 comentários:

Cris disse...

Valeu filho! Gostei muito irmão. Deus te abençoe sempre...

Juventude que sabe adorar! disse...

q benção! esse artigo me confirmou de qual seria o proximo artigo que eu iria postar e são tão paraecido filho! muitas vezes nossos cultos mais parecem sessão de baixo espiritismo mano! como vc foi sábio! amo seus artigos cara!