estamos crescendo, obrigado pela visita

quinta-feira, 22 de abril de 2010

BANDA CATEDRAL - Justiça feita - desabafo de um fã


Declaradamente sou um fã, não fanático, mas apreciador da Banda Catedral. Admiro os músicos – Kim (vocal), Julio Cezar (baixo), Guilherme (bateria) e José Cezar – in memória (guitarra), admiro muito o romantismo, a luta pela justiça social e a linguagem metafórica ao falar sobre Deus das músicas da banda. A qualidade das músicas e dos músicos é sem igual.
Entre 1995 a 2001 a Banda Catedral foi considerada a maior banda de rock gospel do Brasil, abarcando um enorme público que, agora, não alcançava apenas o público gospel, mas a admiração de milhões de pessoas no Brasil. Segundo o os integrantes da Banda Catedral eles sempre tiveram o desejo de “desrrotular” da banda o nome “gospel”, pois entendiam que seu público era muito mais amplo. Em 2001 a banda deixa a gravadora MK Publicitá e fecha contrato com a gravadora multinacional Warner Music. Neste mesmo ano a banda concede várias entrevistas e em uma delas o falido site “usina do som” difamou a igreja e o mercado evangélico, Kim afirmou categoricamente não ser verdade as coisas ditas no site. A gravadora desmente as declarações do site mas a repercussão estava criada.
Diante de toda polêmica a antiga gravadora da banda (MK) divulgou em jornais, sites direcionados ao público evangélico notícias sobre a causa da quebra de contrato com a banda e que entre estas causas estava a falta de compromisso religioso da banda com a igreja. As notícias geraram muita polêmica e, de certa forma, difamaram a imagem da banda que sempre afirmou (e afirma) manter a fé em Jesus, fazer parte de uma igreja genuinamente cristã, a igreja Presbiteriana. Muita coisa foi dita sobre a banda, foi inventada até uma possível entrevista com o apresentador Jô Soares afirmando que eles negaram sua crença, dentre muitas coisas. Eu me lembro muito bem que me criticaram por continuar ouvindo e gostando da banda. Ainda tiveram os estúpidos religiosos que diziam que a morte de Cezar foi um castigo de Deus por eles terem deixado o mercado gospel enfim a banda foi muito difamada.
Processando a MK por difamação e danos morais após 10 anos de luta a banda consegue ganhar a causa na justiça e provar que todas as difamações foram mentira. Fico particularmente feliz com isso, pois a justiça foi feita. Também tenho a consciência que os danos causados pela difamação da MK vão ser irreparáveis, mas houve uma vitória pessoas da Banda Catedral e dos seus fãs. Este site mostra mais informações sobre o processo inclusive as palavras do Juiz de Direito WERSON FRANCO PEREIRA RÊGO http://www.ntgospel.com/v3/noticias/musica-nacional/3324-apos-quase-10-anos-banda-catedral-ganha-processo-contra-a-gravadora-mk.html
Quero fazer algumas considerações sobre a Banda Catedral:
1 – Apesar de tudo que a banda passou não ficou por ai difamando o mercado evangélico.
2 – As músicas da banda não são musicas para se tocar na igreja nos momentos de cultos religiosos, são músicas que levam a reflexão sobre a vida, sobre a injustiça, sobre o amor e também sobre Deus
3 – Fui para vários shows da Banda Catedral e, particularmente, louvo a Deus por suas falarem sobre drogas, prostituição, etc. coisas que as bandas gospel não se preocupam em falar.
4 – Catedral quebrou um tabu que muitas bandas e cantores gospel deveriam quebrar, sair do “mundinho” evangélico e ampliar os horizontes. Foi por dinheiro? Sim, também foi! E qual o problema? Será que os cantores evangélicos não cantam por dinheiro?

Não quero com isso levar a ninguém a ser fã da banda, se alguém não gostar da banda Catedral por preferência musical tudo bem, mas se for por religiosidade, estão todos errados. Pois o nosso sentimento deve ser o mesmo expresso na música da banda: “Eu quero sol neste jardim, quero justiça e paz...”

EDVALDO C.S FILHO

6 comentários:

Juventude que sabe adorar! disse...

Também admiro demais essa banda e todos estes comentários que foram gerados nos passado realmente nos deixaram muito tristes na época, porém a verdade agora veio a tona e tudo se encontra esclarecido. Essa embarcação não pode parar. Devemos continuar "contra todo mal!"

phbrandao disse...

toma-te MK...espero que a Cassiane também tire uma bolada desse lixo de gravadora! Justiça Divina detected!

martinha disse...

Nossa!!! Onde está o respeito mútuo? Não tenho nenhuma razão para julgar a Banda Catedral e nem que tivesse não deveria fazê-lo. Entendi o texto do autor do blog, mas gostaria de saber o que ele chama de mundinho evangélico. Ah! Antes de qualquer coisa: sou evangélica, ouço muita música, gosto de vários estilos, mas o meu motivo maior é louvar ao Senhor, entender o que Deus tem para minha vida qdo ouço uma determinada música. Infelizmente leio inúmeros comentários maldosos de pessoas que se dizem cristãs na internet. Na maioria dos sites que entro qdo há espaço para comentários, ou as pessoas exaltam demais o cantor ou difamam demais os evangélicos. Onde está o amor????????????

mylle disse...

O que vc quer dizer?(mundinho evangélico)??
o louvor é para adorar ou senhor e não aos homens,se a banda Catedral canta para o povão então concerteza Deus n está presente. Para que ganhar o mundo enteiro e perder a salvação?
Tambem admiro está banda, as suas músicas, as letras.
Mas não adianta cantar para o povo. O motivo de cada música de cada louvor a ser cantado é ADORAR AO SENHOR!
Não estou do lado de ninguém só Deus sabe, se o que ele fala ou já falou é verdade ou não.

Feras disse...

Gostei em parte do seu texto. Desabafo realmente é uma faca de dois gumes a gente tente a exagerar nas emoções. Gosto dmais da banda e vamos orar mais por eles. Cátia Reis-Casa Nova/BA

mano disse...

Bem,quanto ao nível técnico, q caiu muito depois da morte do Cézar,são bons músicos, porém, se "se dizem evangélicos" então me respondam: Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? Tiago 3:11. Não sei quanto a eles, mas eu como evangélico, jamais deixaria de Exaltar a Deus com meu louvor, para exaltar a homens, pior, banda mundana (Legião Urbana) a qual todos conhecem! E isso não é calúnia, aconteceu num show em João Pessoa,Pb, mais precisamente no Iate Club Cabo Branco. Detalhe eu como crente fui ver um evento pra crente, e quando chego lá, adivinha,Catedral tocando "Que país é esse" e querem saber como acabou? Um quebra-quebra geral, pessoas se agredindo, coisas do tipo. Essa foi minha decepçao com essa banda de músicos, mas Levitas, tão muito longe!! A saber, "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Mateus 7:21"